atendimento@corpusprime.com.br

#cirurgiaplastica #protesedemamas #reducaodemamamas #abdomen #abdominoplastia #lipoaspiracao #lipoescultura #avaliacaomedica #cirurgiaplasticanazonaleste #cirurgiaplasticanotatuape

Cicatriz sem medo!!!

by Marcelo Araújo |27 de maio de 2020 |0 Comments | Sem categoria |

Cicatriz pós-cirurgia plástica

 

Uma das principais preocupações de quem irá fazer uma cirurgia plástica é o processo de cicatrização, mas poucos sabem que este processo também é de responsabilidade do paciente. E esta responsabilidade começa na escolha do cirurgião, sempre este será um fator muito importante, pois quanto mais hábil for o cirurgião e suas técnicas o ótimo resultado estará muito bem encaminhado. Em qualquer tipo de cirurgia as cicatrizes são inevitáveis, pois, sempre que há um corte haverá uma cicatriz, continuando com as responsabilidades do paciente, o pré-cirúrgico é muito importante começando pelos seus hábitos alimentares, quanto melhor for a qualidade do que você se alimenta o processo de cicatrização será facilitado, outra situação que é importante para uma ótima cicatrização é a  questão do fumo, uma pessoa que não é fumante tem melhor cicatrização do que as que fumam,  se você é fumante com certeza tem outros riscos que tem que ser considerados além da cicatrização, mas calma, se você pretende fazer uma cirurgia plástica deve já começar a parar de fumar ou no mínimo ficar sem fumar pelo menos com 30 dias antes da sua cirurgia (e quem fica sem fumar 30 dias nem precisa voltar né?), a questão da bebida alcoólica moderada ou não beber também ajuda em se obter uma cicatrização perfeita.

No pós-cirúrgico, dependendo do tipo do procedimento que você irá fazer, será necessário que se faça no mínimo 10 sessões de drenagem linfática para eliminar o excesso de líquido que se juntam devido a cirurgia, alguns produzem mais e outros menos, mas a drenagem ajudará a eliminar estes líquidos, e isso ajudará também a cicatrização.

Pacientes com cor de pele escura ou de origem oriental apresentam  possibilidade, maiores risco de desenvolver cicatrizes discromicas e/ou hipertróficas e, em contrapartida, pacientes idosos possuem maior chance de terem cicatrizes finas e mais estéticas.

Da parte médica , hoje existem  técnicas e materiais mais refinados na tentativa de obter cicatrizes finas e praticamente imperceptíveis. Para uma cirurgia plástica, assim como para qualquer outra, possuímos recursos para prevenir e reduzir, ao mínimo possível, o aparecimento de um queloide ou cicatriz hipertrófica.

Uma cicatriz de boa qualidade deve ser fina, plana, com coloração semelhante ao local em que está e bem posicionada, ou seja, ficando “escondida” ou quase imperceptível no convívio social.