atendimento@corpusprime.com.br

cirurgia Plástica

Cirurgia Plástica e a Auto-estima

by Marcelo Araújo |14 de junho de 2017 |0 Comments | Sem categoria | , , , , ,

Sem dúvida nenhuma, uma das grandes tendências dos dias de hoje é a busca da qualidade de vida. Décadas atrás, procurava-se viver mais, sendo grande parte dos esforços da medicina e da saúde voltados para a longevidade. Com certeza, esta busca foi bem sucedida , basta notar a queda da mortalidade infantil e o envelhecimento da população, com o aumento da longevidade.
Hoje, porém, além de viver muito, todos querem viver bem. Queremos aproveitar a vida em todas as fases, em tudo o que ela pode nos dar!
No centro desta nova tendência está a auto-estima. de nada vale todos os esforços diários se não nos sentirmos bem conosco, estarmos bem nos campos físico e emocional. Nesta busca, várias são as armas do arsenal: A boa alimentação, fazer o que nos dá prazer, fazer exercícios físicos com frequência, ioga, viagens, cuidados com a aparência e etc. O importante é nos sentir bem!
Felizmente, diferentemente de tempos atrás, hoje temos a cirurgia plástica como grande aliada no que se diz respeito diretamente a auto-estima, ela pode auxiliar na correção de alguns detalhes físicos que nos incomodam. antes, era preciso se conformar, passar a vida toda lastimando alguma imperfeição genética ou adquirida, que se achava impossível a correção. Hoje estas alterações que antigamente nos incomodavam hoje é possível mudar. e os Cirurgiões Plásticos ficam muito felizes em poder ajudar nesta busca. É incrível como pequenas modificações podem trazer tamanha mudança no âmbito psicológico. Aquela jovem introvertida, complexada vira uma mulher mais segura e sociável depois de uma mamoplastia de aumento. Outras, passam a usar rabo de cavalo depois de uma Otoplastia, coisas simples e que sempre sonharam, mas nunca tiveram coragem devido ao complexo da orelha de abano.
Parece até bobagem , mas somente quem tem complexo ou inseguranças sabe como isso é. Na maioria ou em sua totalidade a maior mudança da cirurgia plástica em um paciente não é física, mas psicológica, na auto-estima.
E por esta razão a consulta deve ser minuciosa e todos os detalhes devem ser esclarecidos, em uma conversa franca e sincera entre o paciente e o Cirurgião. sendo assim podemos dizer que na imensa maioria dos casos o resultado é compensador, física e psicologicamente e com grande ganho na auto-estima e na qualidade de vida.

Prótese de Mamas

by Marcelo Araújo |5 de junho de 2017 |0 Comments | Sem categoria | , , , , , ,

Implante de silicone nos seios: cirurgia plástica dá volume e simetria

O que é implante de silicone nas mamas

A cirurgia de inclusão de implante de silicone;também chamada de mamoplastia de aumento, é um procedimento cirúrgico que tem como objetivo aumentar o volume das mamas e proporcionar um melhor contorno, firmeza e simetria para os seios através da inclusão de prótese de silicone.

Para quem é indicada

A cirurgia é indicada para pacientes que desejam aumentar o tamanho das mamas. O implante de silicone também é recomendado para casos em que houve o comprometimento da sustentação e firmeza das mamas, como as mulheres cuja perda de peso ou gravidez alteraram o formato dos seios. Mulheres que tenham assimetria entre as mamas também podem ser beneficiadas por esta cirurgia.
Pré-requisitos para a cirurgia

Para a realização do implante de silicone nas mamas são necessários alguns pré-requisitos:

– Não existe uma restrição de idade mínima para realizar a cirurgia, mas, se a paciente for jovem, o desenvolvimento das suas mamas deve estar completo, pacientes jovens podem ser liberadas pelo ginecologista para realizar a cirurgia e ter o apoio dos pais ou representantes legais;

– A paciente deve ser emocionalmente madura e possuir um claro entendimento das razões que a motivaram a procurar pela cirurgia. É importante estar segura da decisão, pois uma cirurgia plástica provoca transformações no corpo que muitas vezes são irreversíveis;

– As expectativas devem ser realistas: o procedimento pode melhorar significativamente a sua aparência, mas não é capaz de atingir a perfeição.